loader
Escola Profissional de Aveiro

Informações Gerais

A Escola Profissional de Aveiro disponibiliza, nesta secção, toda a sua informação geral relevante para o bom conhecimento/funcionamento de todos os agentes EPA. Pode fazer uma pesquisa por algum termo específico, ou abrir os títulos temáticos disponibilizados abaixo.

Para efeitos de recebimento dos diversos subsídios, tem de ser entregue uma fotocópia do NIB, com indicação do titular de conta, cujo 1º titular terá de ser obrigatoriamente o Júnior/Juvenil. A escola tem protocolo com o Montepio, não exigindo valor mínimo para a abertura de conta.

A entrega tem de ser efetuada diretamente ao Orientador de Equipa (OE), com data-limite a 13 de outubro de 2023. O Orientador de Equipa entregará durante a semana de 16 de outubro, num único momento, todos os documentos associados à Equipa para a Assessoria e a Qualidade.

Todos os juniores/juvenis terão de ter 100% de aproveitamento para concluírem com sucesso o seu percurso escolar. Assim, logo que seja lançada pelo coach a recuperação do módulo/UFCD, o júnior/juvenil tem 10 dias para proceder à inserção no Bloco de Notas Escolares na sua plataforma Teams do trabalho solicitado pelo coach, para que seja lançada a respetiva classificação.

Tal como dado a conhecer no ato de matrícula, a Escola Profissional de Aveiro dispõe de um vasto plano de atividades ao longo da época letiva, no qual todos os elementos da comunidade educativa estão envolvidos ativamente. Neste sentido, e de forma à escola ser conhecedora de eventuais limitações físicas que impossibilitem a realização de algumas destas atividades, solicita-se que até dia 29 de setembro de 2023, proceda à entrega junto do Orientador Educativo do documento médico-legal que ateste eventuais limitações físicas, descrevendo o que o seu educando se encontra impossibilitado de realizar. O Orientador de Equipa entregará no dia 02 de outubro todos os documentos associados à Equipa para a Assessoria e a Qualidade.

Sempre que uma atividade aconteça fora das instalações/imediações da Escola Profissional de Aveiro, a Equipa para a Assessoria e a Qualidade informará, via email, os Apoiantes na Educação.

Tal como consta no Regulamento Interno em vigor, todos os juniores/juvenis terão de ter 100% de assiduidade para concluírem com sucesso o seu percurso escolar. Sempre que um júnior/ juvenil falte, o prazo para justificação de faltas é de 5 dias úteis (contabilizados após o dia da falta), com o pedido de justificação através da plataforma eCommunity. Para isso, o Apoiante na Educação deve entrar no seu eCommunity (com os dados de login atribuídos e remetidos via email, no ato de matrícula) e enviar mensagem para o Orientador de Equipa do seu educando a solicitar a justificação da falta e inserir o respetivo anexo comprovativo:

    • Acidente ou doença do Júnior/ Juvenil, comprovada por atestado médico;
    • Falecimento de familiares, durante o período legal de luto;
    • Casamento, nas condições que a lei estabelece;
    • Maternidade/paternidade, nas condições que a lei estabelece;
    • Impedimento comprovado ou dever imposto por lei que não possibilite adiamento ou substituição.
    • Motivos de força maior, justificados nos termos a seguir estabelecidos.

A Bolsa de Material de Estudo é atribuída a jovens que frequentam as ações de formação, em função do grau de carência económica do formando, aferida pelo escalão do abono de família. A Bolsa de Material de Estudo é atribuída por ano curricular, e para ser atribuída terá de ser entregue o documento comprovativo do escalão 1 ou 2 do abono de família.

A entrega pode ser efetuada em qualquer momento, diretamente ao Orientador de Equipa (OE), com data-limite a 13 de outubro de 2023.

O Orientador de Equipa entregará durante a semana de 16 de outubro, num único momento, todos os documentos associados à Equipa para a Assessoria e a Qualidade.

A Escola Profissional de Aveiro coloca ao dispor de cada júnior/ juvenil um cacifo individual, para uso pessoal e intransmissível, destinado a guardar os materiais/equipamentos escolares individuais. O júnior/ juvenil deverá pagar o valor de 5 euros (caução) no ato de matrícula, na receção da Escola. Este valor será devolvido ao júnior/juvenil quando este entregar a respetiva chave no final do curso. A partir do momento em que a chave é entregue ao júnior/ juvenil, este é responsável pela manutenção do cacifo em bom estado. Quem propositadamente, ou por negligência, danificar um cacifo, será responsável por cobrir os prejuízos causados e perderá o direito à utilização do mesmo. A escola não se responsabiliza por eventuais furtos ocorridos nos cacifos. No final do curso, o júnior/juvenil deve retirar todo o seu material do cacifo e devolver a chave à escola.

Descarregue o Calendário Escolar 2023/24 aqui.

A Escola Profissional de Aveiro valoriza o uso das novas tecnologias nas aprendizagens, acreditando que quanto mais autónomo, móvel e pessoal for este uso, melhores, mais ajustadas e mais rentabilizadas serão as aprendizagens. Para tal, considera que o computador pessoal, portátil, é uma boa ferramenta que os juniores/juvenis têm à sua disposição para facilitar a sua aprendizagem na escola e nas empresas/instituições, onde realizam a sua formação. É por isso que a Escola entrega a cada júnior/ juvenil um computador pessoal, portátil, para trabalhar durante o ano escolar na escola e fora da escola. Para tal, é celebrado entre o júnior/juvenil, o seu Apoiante na Educação e a Administração da Escola, um contrato de cedência deste equipamento. A entrega do computador será realizada na reunião de integração e acolhimento, mediante a assinatura do referido contrato de cedência de equipamento.

O equipamento de trabalho é uma ferramenta imprescindível, uma vez que permite conseguir atingir 3 grandes objetivos valorizados pela escola:

      • Aproximação à realidade laboral;
      • Segurança no trabalho;
      • Identificação da pertença à cultura de escola.

Assim, cada júnior/ juvenil deverá adquirir o seu equipamento de trabalho na escola, no ato da matrícula, cumprindo com o seguinte:

      • Usar sempre o equipamento de trabalho que está definido e que lhe foi destinado, conforme orientação superior.
      • Usar o equipamento de trabalho sempre em boas condições de limpeza e sem danos.
      • A partir do dia 25 de setembro de 2023 só poderá participar nas sessões de trabalho quem estiver devidamente equipado.
      • A utilização do equipamento de trabalho é obrigatória na escola e nos respetivos espaços de trabalho de cada Unidade, de acordo com as regras definidas, não podendo o júnior/juvenil permanecer no espaço escolar se não fizer uso dele.

Pode consultar os horários clicando aqui.

Existem quatro pratos à escolha (carne, peixe, dieta e vegetariano)

A escolha é feita, obrigatoriamente, na Plataforma eCommunity pelo júnior/juvenil.

É obrigatório o consumo da refeição na cantina da escola.

O júnior/juvenil só poderá consumir a refeição apresentando o seu cartão de estudante. Caso o Júnior/Juvenil tenha alguma restrição alimentar, deverá informar disso mesmo no ato da matrícula ou através de requerimento, até dia 29 de setembro de 2023.

Em caso de ausência do júnior/ juvenil, esta deverá ser comunicada ao Orientador de Equipa, via eCommunity, até às 09h50 do próprio dia.

Aos juniores/ juvenis que se educam e formam no ensino profissionalizante é-lhes conferido o pagamento do transporte apenas para se educarem e formarem. Acredita- se que esta facilidade, será bem usada pelos jovens educandos / formandos e suas famílias, contribuindo assim para o bom futuro de todos. Com este transporte, a Escola Profissional de Aveiro continua a fazer apenas aquilo em que acredita: educar e formar bem os jovens para a vida e para o trabalho.

Assim, a EPA articulará com as transportadoras indicadas pela família, a aquisição dos respetivos passes para a deslocação dos juniores/juvenis para a sua Unidade. Os passes serão entregues aos juniores/juvenis na reunião de integração e acolhimento pelo Orientador de Equipa. Os juniores/juvenis/apoiantes na educação serão informados pela Equipa para a Assessoria e a Qualidade da EPA, através de email, de como deverão proceder para o carregamento dos passes.

A componente Apoio, Cidadania e Desenvolvimento foi idealizada com o propósito de criar, envolver e fazer cada júnior/juvenil acreditar no seu potencial, no seu valor próprio, desenvolvendo para isso atividades por si selecionadas e/ou atividades que lhe forem propostas pela Equipa para a Inclusão, Tutoria e outros Apoios e EMAEI da Escola.

Estas sessões seguem as orientações de acordo com o estipulado no Regulamento Interno da Escola, nomeadamente no que se refere ao anexo para a Assiduidade e para a Recuperação de faltas e de horas.

No decurso destas sessões, cada júnior/juvenil pode usufruir das seguintes modalidades de apoio: Apoio Tutorial; Apoio Pedagógico; Apoio Psicológico.

Todos os requerimentos deverão ser entregues ao Orientador de Equipa, para posterior submissão na plataforma PAdA, para questões excecionais (Horário de entrada/saída, restrições alimentares, outros), até à data-limite de 29 de setembro (exceção feita aos juniores/juvenis com matrícula posterior). A requisição deverá ter sempre o parecer do Orientador de Equipa e posterior decisão da DTP.

Ao longo da época letiva estaremos sempre ao dispor para esclarecer qualquer dúvida ou questão que lhe possa surgir.

Aquando das reuniões de integração e acolhimento dos juniores/juvenis e dos Apoiantes na Educação, serão disponibilizados os contactos dos Orientadores de Equipa e dos técnicos da Equipa para a Assessoria e a Qualidade e da Equipa para a Inclusão, Tutoria e outros Apoios.